Navio Pacifica

Nele chegaram ao Brasil Clotilde Serra com os filhos, dentre eles Egidio Malagoli e tambem Celso Malagoli com o irmao Salvador Malagoli, entre outros. Partiram do Porto de Gênova na Itália.A incessante busca do homem por condições melhores de vida fez com cidadãos italianos,no final do século XIX emigrassem da sua terra natal,que passava por grandes dificuldades econômicas com o seu povo pobre e faminto.No Brasil a escravatura havia sido abolida e,assim sendo,era visto como um pais promissor com grandes oportunidades de trabalho oferecidas pelas lavouras de café do interior de São Paulo,Minas Gerais,Santa Catarina e Rio Grande do Sul,principalmente.Outros estados,também,receberam imigrantes na mesma época.Imbuidos pelo ideal de prosperar e com muita esperança,força de vontade e coragem,milhares de imigrantes italianos chegaram ao Brasil.Dentre aqueles bravos trabalhadores estavam os nossos bisavós Malagoli que neste Navio Pacifica aqui aportaram.Será que podemos imaginar quantos sonhos tiveram e quantos planos fizeram a bordo deste Navio Pacifica? Amontoados nos porões, viajando provavelmente na 3ª classe em precarias condições tanto alimentares como de higiene será que podemos imaginar o que esperavam encontrar aqui ?Que dura realidade encontraram!! Um grande pais,porém,não muito diferente da situação que viviam na Itália.Apesar de tudo aqui se fixaram.Grandes familias se formaram e com certeza acreditavam que valeria a pena todo aquele sacrificio.Os bravos desbravadores italianos não desanimaram frente a realidade encontrada na tão sonhada e cantada terra da".........Mérica,mérica,mérica....cosa sarà questa Mérica" a terra do Brasil.


EGIDIO CESARE MARIA MALAGOLI
19/07/1867 - 06/08/1907

Esta página destina-se a resgatar um pouco da história de um povo que com determinação e muita bravura atravessou o oceano buscando uma vida melhor, buscando fortuna, passando pelas mais diversas dificuldades e privações em prol de seus ideais.
Muitos conseguiram o seu objetivo, porém outros retornaram à sua terra decepcionados com a realidade aqui encontrada, não esquecendo daqueles que pereceram na viagem vitimados por epidemias atrozes.
Dentre aqueles estavam os nossos ascendentes da família Malagoli.
Como imigrantes Italianos eles, também, viveram aquela verdadeira epopéia. Aqui no Brasil se fixaram e contribuíram, para o desenvolvimento deste país, pois, entre eles imigraram profissionais das mais variadas áreas, músicos, artistas plásticos e artesãos.
Em face desta realidade histórica acho que chegou a nossa vez, como descendentes, de tentar que essa gente desbravadora se eternize em nossas memórias.
Luiz Roberto Malagoli de Mello